eduardo

Eduardo Aigner
Porto Alegre 1970

Já fotografou rãs, prédios, músicos, casas, gatos, panelas, pedras, livros, cadeiras, fábricas, amigos, namoradas, folhas, personalidades, paisagens, brinquedos, tempestades, banheiras, atores, árvores, campos, cavalos, computadores. Estudou arquitetura, descobriu a fotografia, e segue transitando em ambos os mundos.